Você está aqui: Página Inicial > Notícias > São Paulo passa a presidir a Rede Mercocidades
conteúdo

Notícias

São Paulo passa a presidir a Rede Mercocidades

A 20° Cúpula da Rede anunciou mudanças no regimento como a criação de uma vice –presidência para a integração fronteiriça

A cidade de São Paulo (SP) foi nomeada “presidente” da Rede Mercocidades neste sábado (14).  A capital paulista substitui Rosário, na Argentina, e ficará com o título até o fim de 2016.  A transmissão de liderança foi feita entre a prefeita argentina Mónica Fein, e o prefeito Fernando Haddad, de São Paulo, durante a Cúpula que marcou os 20 anos da Rede 

O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Ricardo Berzoini, foi representado pelo seu subchefe para assuntos federativos, Olavo Noleto.  Segundo o subchefe a presidência da cidade de São Paulo é algo de muita ousadia, determinação e exemplo para os gestores de todo o mundo.  “As mudanças e transformações que São Paulo tem promovido com sua agenda estratégica são exemplo e inspiração”, afirmou Noleto.

Mudanças

Até a semana passada não existia a função de “presidência” da Rede Mercocidades. E a criação da nomenclatura veio acompanhada de outras inovações como cinco vice-presidências temáticas, incluindo a de integração fronteiriça, sob a responsabilidade de Porto Alegre (RS). As outras quatro são: desenvolvimento social (município de Lo Prado - Chile), desenvolvimento sustentável (Rosário- Argentina), desenvolvimento econômico (Montevidéu-Uruguai), relações institucionais (Canoas-RS) e integração fronteiriça (Porto Alegre-RS).

 “Essa mudança do estatuto pretende instituir uma nova liderança e com essa nova liderança, pretendemos dar centralidade na condução da rede aos prefeitos”, afirmou o secretário de Relações Internacionais e Federativas de São Paulo, Vicente Trevas.

Fundada em 11 de novembro de 1995, a Rede Mercocidades conta com mais de 300 cidades da Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Chile, Bolívia, Colômbia e Peru.

Com informações Mercocidades.